Tag Archives: Japonês

Parabéns Tsuburaya, Godzilla e Ultraman!

eiji-tsuburaya

Hoje Eiji Tsuburaya faria 114 anos. Você pode até não conhecer seu nome, mas conhece seu legado. Ele simplesmente é o pai do Godzilla e do Ultraman. Um homem de visão incrível, produziu efeitos especiais sensacionais, alguns até eu diria, melhores dos que usados hoje em cópias do seu estilo, como Changeman, Spectroman e Power Rangers…

Como chefe de Efeitos Visuais na  Toho, estúdio fundado em 1939, supervisionou uma média de sessenta artesãos, técnicos e operadores de câmara. Juntamente com o diretor Ishiro Honda e produtor Tomoyuki Tanaka, criou o primeiro filme Godzilla (ゴ ジ ラ – Gojira), em 1954, e ganharam o apelido do departamento de publicidade da Toho como “O Trio de Ouro”. Por seu trabalho em Godzilla, Tsuburaya ganhou seu primeiro “Film Technique Award“. Em contraste com a técnica de  stop-motion mais famosa na época, utilizada então por Willis O’Brien para criar o King Kong em 1933, Tsuburaya utilizava um homem em uma roupa de borracha para criar seus efeitos de monstro gigante. Esta técnica, agora diretamente mais associada com kaiju ou “monstro” dos filmes japoneses, veio a ser chamado suitmation a partir dos anos 1980 na imprensa japonesa. Através de intensa iluminação e filmagem de alta velocidade, Tsuburaya foi capaz de acrescentar realismo aos efeitos, dando-lhes uma “gravidade mais pesada” e movimentos um pouco mais lentos. Essa técnica, usando miniaturas detalhadas do cenário e com os atores vestindo as roupas de monstro e herói atuando sobre ela, são usada até hoje (atualmente sendo combinadas com técnicas de chroma-key e computação gráfica), sendo considerada uma arte artesanal tradicional  do cinema japonês.

O tremendo sucesso de Godzilla levou a Toho para produzir uma série de filmes de ficção científica, introduzindo novos monstros e novos filmes que envolvem o próprio personagem Godzilla. Mas a popularidade e o sucesso desses filmes estavam ligados aqueles que envolviam a equipe de Tsuburaya, Honda e Tanaka, juntamente com um quarto membro da equipe de Godzilla, compositor Akira Ifukube. Tsuburaya continuou a produzir os efeitos especiais para filmes não-kaiju como The H-Man (1958) e The Last War (1961), ganhando outro prêmio japonês de Técnica de Filmes por seu trabalho no filme de ficção científica The Mysterians (1957). Também foi premiado em 1959 pela criação do “Toho Versatile System“, uma impressora ótica para imagens widescreen, que ele construiu em casa e usado pela primeira vez em The Three Treasures (1959) (Tsuburaya foi ficando continuamente frustrados pelo mau estado dos equipamentos que era forçado a usar, pois a Toho não investia no equipamento, o impediu de adquirir e desenvolver novas na tecnologias de imagem em movimento). Mesmo assim, sendo um homem fiel a empresa, Tsuburaya continuou a trabalhar na Toho Studios até sua morte em 1970.

Tsuburaya

Tsuburaya Productions
Na década de 1940, Tsuburaya começou seu próprio laboratório de efeitos especiais (criada em sua casa), e em 1963, fundou seu próprio estúdio para efeitos visuais, a Tsuburaya Productions. Mas foi só em 1966 que a empresa conseguiu colocar no ar a primeira série ‘Ultra‘ para a televisão, a Q Ultra, no início de janeiro. Logo depois, em junho, lançou Ultraman,  série solo com mais popular dos Ultras. Também em novembro do mesmo ano, estreou uma série de comédia-monstro, Booska, a Besta amigável. Ultraman tornou-se a primeira série de televisão japonesa live-action a ser exportada para todo o mundo e gerou o Ultra Series, que continua até hoje.

Tsuburaya faleceu em janeiro de 1970, com apenas 68 anos.

eiji-tsuburaya-godzilla  tumblr_mt3legemrA1s4jzzmo1_250

 

 

Para quem quiser saber um pouco mais, visite:

Esta coleção de fotos bem legais assista este documentário (em inglês)

 

 

Fontes: IMDB, Wikipedia